notícias
Ranking mostra empresas de construção civil que mais geram valor aos stakeholders

Apontamentos como 400 mil demissões em 2015, retratação de 6% nas vendas e queda de 98% do lucro nas empresas abertas somente no primeiro trimestre do ano passado foram alguns dos fatos que tornou 2015 um período de crise sem precedentes no mercado brasileiro de construção civil. À procura de dias melhores, o segmento está cada vez mais aderente ao termo “geração de valor”.

O valor é materializado a partir da interação das empresas com os diferentes públicos, em cada ativo, podendo ser tangível como resultados financeiros e desempenho da companhia ou intangível como reputação que é fruto da credibilidade e imagem conquistada.

Para avaliar a capacidade das instituições em gerar e proteger valor não apenas para si, mas também para seus clientes, consumidores, acionistas, funcionários e sociedade, a DOM Strategy Partners, consultoria 100% nacional focada em estratégia corporativa, mais uma vez desenvolveu o ranking MVP (Mais Valor Produzido) Brasil – Engenharia e Construção. A listagem contém as cinco companhias do setor que mais geram valor a partir da percepção, avaliação e recomendação de seus stakeholders.

Os impactos da crise são retratados nos números da pesquisa deste ano, que revelou médias abaixo da última listagem. Como é o caso da primeira colocada Promon, que aparece no ranking com 7,58, três décimos a menos do que no ano passado, na qual teve 7,84. A Cyrela, ocupante do terceiro lugar em 2014, com 7,65, surge com uma pontuação menor, porém subiu uma casa, conquistando o segundo lugar com 7,41. A seguir vem a estreante Gafisa com 7,33. A Tecnisa, vice-campeã do ano passado com a média 7,71, desceu dois pódios e figura na quarta posição com 7,21. Já a MRV, surge pela primeira vez no MVP com 7,14, ocupando, dessa forma, o quinto e último lugar.

Medido de 0 a 10, o estudo avaliou ativos como Eficácia da Estratégia Corporativa, Crescimento Evolutivo, Valor das Marcas, Qualidade de Relacionamento com Clientes, Governança Corporativa, Sustentabilidade, Gestão de Talentos, Cultura Corporativa, Inovação, Conhecimento, Grau de Transformação e Uso das Tecnologias Digitais, dentre outros.

“O MVP Engenharia e Construção tangibilizou indicadores que reverberam em credibilidade aliada à imagem positiva, sistema de gestão robusto e eficácia do motor competitivo para entender como as construtoras se comunicam, constroem e mantêm a capacidade de gerar e proteger valor aos seus diferentes públicos mesmo diante da crise”, diz Daniel Domeneghetti, CEO da DOM Strategy Partners.

Para viabilizar a pesquisa, a consultoria se apoiou na metodologia EVM (Enterprise Value Management), corrente que defende a tese de que o valor produzido pelas empresas, tanto gerado, como protegido, seja este tangível ou intangível, é agregado (ou destruído) e materializado (quantificado) em função da percepção de valor apreendida e tangibilizado pelos stakeholders.

 

Fonte: Agência Investimentos e Noticias 

mais notícias
ARACAJU - SERGIPE
Rua Lourival Chagas, 483, Grageru
CEP: 49025-390

Tel: (79) 3214-6510
MACEIÓ - ALAGOAS
Rua Íris Alagoense, nº 683-A, Bairro Farol
CEP: 57051-370

Tel: (79) 3241-5005 / Fax: (79) 3241-1300

© 2016 • CFC Engenharia - Obras Inteligentes • Todos os direitos reservados